Arquivo da tag: wu-tang clan

Clipes & Singles: Semana 47/2014

Clipes & Singles

The Kooks – See Me Now

Depois de lançar, nesse ano, clipes com roteiros elaborados tendo como fundo sonoro verdadeiras explosões pop, dessa vez a banda The Kooks resolveu investir na simplicidade: para dar imagens à tristonha balada “See Me Now”, um passeio do vocalista Luke Pritchard pelas ruas de Tóquio é apresentado. A banda estará presente na edição 2015 do festival Lollapalooza Brasil.

Skrillex – Fuck That

Outro nome confirmado do Lollapalooza Brasil 2015 é o do famoso produtor Skrillex, que lançou, nos últimos dias, seu clipe para “Fuck That”, faixa do criticado disco “Recess”. O vídeo, porém, mostra um bom resultado, trazendo ao público os descaminhos de um lutador. A ótima produção do vídeo fica por conta de Nabil Elderkin.

Belle and Sabastian – The Party Line

Absolutamente pop, o novo single da banda Belle and Sebastian, “The Party Line”, ganhou contornos perfeitos ao investir em um clipe dançante, a partir de um conceito inusitado: o mesmo roteiro é rodado duas vezes, sendo na primeira parte em preto-e-branco para, depois, ganhar muitas cores. “Girls in Peacetime Want to Dance” tende a ser o primeiro lançamento importante do próximo ano.

Wu-Tang Clan – Necklace

Você é um daqueles que cobram do Wu-Tang Clan um novo disco a altura de “Enter Wu-Tang (36 Chambers)”, a grande estreia do grupo, de 1993, e considerado como um dos mais importantes registros da história do rap? Olha, acho que é hora de rever suas expectativas, afinal, a história não é feita apenas de fatos marcantes. Em seu novo disco, “A Better Tomorrow”, o coletivo busca continuar uma carreira respeitada através de novos conceitos, que dão lugar, porém, a um número clássico do grupo em “Necklace”.

The Smashing Pumpkins – Drum + Fire

É árdua a tarefa de Billy Corgan de tentar manter o nome de sua banda em relevância após tantos anos de mediocridade. É claro que ninguém espera nenhum novo lançamento a altura dos clássicos álbuns do Smashing Pumpkins, mas um disco mais respeitável não seria de nada ruim, não é verdade? Pois bem… É o que o careca mais famoso do rock alternativo tentará fazer em “Monuments to an Elegy”, álbum que será lançado nos próximos dias. “Drum + Fire” é mais uma amostra do que encontraremos no disco.

Angel Olsen – Windows

“Burn Your Fire for No Witness”, um dos melhores discos de 2014, acaba de ter mais uma de suas faixas transformadas em clipe. Trata-se da bela e triste “Windows”, em que Angel Olsen solta sua voz angelical em um vídeo repleto de significados ocultos. A lista dos melhores álbuns do ano sai daqui alguns dias aqui no RPblogging, e Olsen certamente estará presente.

She & Him – Stay Awhile

Discos de covers geralmente são chatos, em nada acrescentando à carreira de quem o produz. Mas quando as canções são rearranjadas ao invés de simplesmente copiadas, a mediocridade tende a ser pelo menos mascarada. É o que acontecerá, ao que tudo indica, em “Classics”, disco em que Zoey Deschanel e M. Ward farão versões para velhas canções. “Stay Awhile”, faixa que agora ganha um clipe dançante e teatral (ao melhor estilo “Chandelier”), é um som de autoria de Dusty Springfield.

Beyoncé – 7/11

E não que até a Beyoncé decidiu entrar na onda dos clipes caseiros? Aproveitando o vazamento das faixas extras que estarão na versão estendida de seu último álbum, a cantora resolveu lançar um clipe para “7/11”, em que ela, junto com outras dançarinas, faz a festa em sua casa… Mas que mansão bagunçada, não?

Faith No More – Motherfucker

 Deixando o mais surpreendente pro final, temos sim, senhoras e senhores, uma nova canção do… Faith No More! E não, não estamos de volta aos anos noventa. Um novo álbum da banda será lançado em 2015, e, há poucos dias, o grupo de Mike Patton lançou sua primeira música em 17 anos, intitulada “Motherfucker”, e que você confere no player abaixo.

Anúncios

Clipes & Singles: Semana 45/2014

Clipes & Singles

Ariel Pink – Picture Me Gone

Ariel Pink pode até ser uma daquelas mentes insanas da música, mas negar que o cara sabe criar melodias como poucos seria totalmente insensível. Pois “Picture Me Gone” é a prova do poder de compositor de Ariel, bem como seu vídeo é mais uma constatação de toda a “estranheza” que ronda o artista.

Hundred Waters – Out Alee

A banda Hundred Waters costuma caprichar em tudo o que faz, logo, com o clipe oficial de “Out Alee”, não seria diferente. Tão hipnótico quanto a canção, o vídeo passa seus mais de quatro minutos e meio chamando brincando com a atenção do ouvinte, em um exercício ainda amplificado pelo poder encantador dos rumos sonoros. São imagens bucólicas, normais, mas que, muito bem trabalhadas, conseguem nos encantar.

Major Lazer – Vegan Vampire

Alcançando um hype até mesmo inesperado, o Major Lazer ganhará sua própria animação na TV. Um dos personagens do desenho, o vampiro vegetariano Rayland, recebe sua trilha-sonora através da participação vocal de Ezra Koenig, líder de outro grupo de vampiros – no caso, a banda Vampire Weekend.

Metronomy – Upsetter

Um vídeo estranho para uma canção estranha: assim é o clipe de “The Upsetter”, faixa integrante do mediano disco “Love Letters”, lançado nesse ano. No vídeo, um sujeito barbudo socializa com um ente formado de fungos e folhas secas, no meio de uma floresta. Alguém andou fumando gatinhos, não concorda?

Lorde – Yellow Flicker Beat

Lorde andou fazendo seus dezoito aninhos… O que ela fez? Foi correndo para a auto-escola a fim de tirar sua licença para dirigir? Que nada: ostentando seu poder, a jovem deu para si mesma de aniversário o registro audiovisual de “Yellow Flicker Beat”, canção que faz parte da nova película da franquia “Jogos Vorazes” – cuja trilha-sonora, aliás, teve a curadoria da própria neozelandesa.

Wild Beasts – Palace

A banda Wild Beasts, que teve o seu último disco, “Present Tense”, sendo bem recebido pela crítica, acaba de lançar um novo clipe: trata-se de “Palace”, no qual a banda, contanto com “participações” inusitadas, performa a canção em um fundo colorido que imita a arte de seu último disco.

The Smashing Pumpkins – One and All

Quem está produzindo o Smashing Pumpkins? Nem sei, mas gente competente não é. “One and All” nem é uma música tão ruim assim – algo raro para a banda nos últimos tempos – mas sua péssima produção trata de estragar tudo. Por isso, se você está precisando de um emprego, ligue para o Billy Corgan… Nem é necessário ter experiência para realizar um trabalho muito melhor do que ouvimos no player abaixo.

Cymbals Eat Guitars – Warning

Não, os adolescentes tocando no vídeo abaixo não são da banda Cymbals Eat Guitars; na verdade, são os integrantes da banda britânica Crosshair se passando pelo quarteto em questão, um conceito inusitado para o clipe da boa “Warning”.

Wu-Tang Clan – Ruckus in B Minor

“A Better Tomorrow”, o sexto disco do Wu-Tang Clan, mostra o renomado grupo de rap menos inspirado que outrora – porém, dizer que não há qualidade seria uma grande insanidade. Afinal, o que não é genial ainda pode ser bom, não é verdade? É isso que mostra “Ruckus in B Minor”, uma espécie de single do disco.

CHVRCHES – Dead Air

A franquia “Jogos Vorazes” sempre apresentou ótimas trilhas-sonoras, e não seria diferente no novo filme da série. Pois o hypado grupo CHVRCHES se uniu a Lorde e companhia para manter a boa qualidade que já havia apresentada nas películas anteriores: apesar de conter um clima mais obscuro, “Dead Air” contém todos os elementos que encantaram o público no disco “The Bones of What You Believe”, considerado um dos melhores do ano passado.