Clipes & Singles: Semana 18/2014

Michael Jackson ft. Justin Timberlake – Love Never Felt So Good

Michael Jackson morreu já faz tempinho, mas mesmo no além o músico “continua a produzir” bons encontros do pop com suas heranças musicais negras, que datam da longínqua época em que ele fazia parte do coletivo The Jackson 5. Canção que poderia muito bem ter feito parte de algum dos álbuns clássicos do músico, “Love Never Felt So Good” encontra na participação de Justin Timberlake um link com os rumos atuais da música pop, demonstrando a intenção mais do que óbvia da Sony com estes lançamentos póstumos: faturar, através de canções nunca lançadas, alguma grana em cima do nome do falecido rei do pop.

Sharon Van Etten – Every Time the Sun Comes Up

Quem acompanha este blog tem visto que, ultimamente, Sharon Van Etten vem recebendo um bom destaque por aqui. Por quê? Não somente por causa de seu futuro trabalho, o disco “We Are There”, a ser lançado no fim do mês de maio, mas também devido à qualidade indiscutível de suas novas composições. “Every Time the Sun Comes Up” felizmente segue a mesma ideia, deixando o público ainda mais ansioso quanto ao lançamento do novo álbum da musicista.

Coldplay – A Sky Full of Stars

E o Coldplay, hein? Se o título brega de seu novo single já assusta, o que dizer de uma colaboração da banda, que um dia já foi muito respeitada, com o produtor Avicii? “A Sky Full of Stars” é uma música de conceito alegrinho, que será sucesso nas casas de dança mundo afora, fará parte da trilha-sonora de alguma novela da Globo… Mas que faz com que Chris Martin e seus pupilos percam todo o respeito que ainda detinham.

Parquet Courts – Black and White

Quem provavelmente não nos decepcionará é o Parquet Courts, que parece bordar seu próximo disco, “Sunbathing Animals”, com ótimas faixas. Menos energética e insana que a faixa-título do trabalho, mas igualmente assertiva, “Black and White” prova que a banda pode se agarrar a um conceito simples e constante, e mesmo assim soar dinâmica. Afinal, tudo que entorna o grupo do Brooklyn é curto, grosso, um sentimento até mesmo estúpido (no bom sentido), regado ao mais despreocupado clima do “fuck yeah”.

Pharrell Williams – Smile

Na última semana, uma música que acabou ficando de fora do novo disco solo de Pharrell acabou sendo liberada para audição: a positiva “Smile” até tem uma letra bacaninha, mas bastam os (pobres) arranjos eletrônicos virem à tona para o ouvinte perceber porque a canção não fez parte do álbum “G.I.R.L.”.

Röyksopp & Robyn – Do It Again

“Do It Again”, entretanto, é uma canção eletrônica daquelas que te inspiram e te enchem de energia. Um dos resultados da parceria entre o produtor Röyksopp e a cantora Robyn, a canção se desenvolve em uma dinâmica dançante e atraente, e deve fazer parte do trabalho colaborativo dos músicos, um EP de cinco faixas com lançamento marcado para o dia 25 de maio.

The Hold Steady – I Hope This Hole Thing Didn’t Frighten You

Você tem uma banda que costuma mandar muito bem no palco, e te faltam ideias para produzir um novo clipe… O que você faz? A ideia não é nem um pouquinho nova, mas costuma dar certo: faz uma boa filmagem da banda tocando ao-vivo, toma cuidado na escolha das imagens, e pronto: eis, em mãos, um bom registro audiovisual. Pois é isso mesmo o que acontece com o clipe de “I Hope This Hole Thing Didn’t Frighten You”, o novo single do The Hold Steady… E o resultado, no fim das contas, não deixa a desejar.

Nação Zumbi – Cicatriz

Mas quem caprichou pra valer em seu novo clipe foi o pessoal da Nação Zumbi. Dando imagens ao principal single de seu novo trabalho, o disco “Nação Zumbi”, o clipe de “Cicatriz” é marcado pela metáfora, tratando as cicatrizes como a marca da passagem do tempo nos personagens do vídeo. Quando o álbum será lançado? Pois já foi lançado nesse dia 5 de maio, amigo… Ouça lá!

Kasabian – eez-eh

Junho é um mês que promete, pelo menos musicalmente: nele, vários discos aguardados serão lançados. Um desses trabalhos é “48:13”, o novo álbum do Kasabian, cujo primeiro single agora ganha um clipe: se trata de “eez-eh”, uma animada canção, através da qual os integrantes da banda dançam em um cenário preto e branco (e rosa). A maior curiosidade fica para a aparência do vocalista Tom Meighan: vai dizer que ele não tá parecendo o jogador Daniel Alves?

The Black Keys – Fever

Embora ainda nem tenha sido lançado oficialmente, “Turn Blue”, o novo disco do The Black Keys, tem divido opiniões: o que não é nada surpreendente quando um projeto musical muda drasticamente os seus rumos sonoros, não é mesmo? O fato é que o duo decidiu deixar as guitarras descansando um pouco, investindo em um som mais pautado nos sintetizadores… uma velha polêmica que você já deve conhecer. Para encerrar essa edição do Clipes & Singles, fique com o clipe de “Fever”, e tire suas próprias conclusões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s