Clipes & Singles: Semana 05/2014

Clipes & Singles

Rodrigo Amarante – Maná

Para apresentar o clipe de “Maná”, nada melhor do que as palavras de seu próprio criador, o músico Rodrigo Amarante: “Essas imagens foram feitas por meu pai e minha mãe em 75 e 76 durante o carnaval em Saquarema, município do estado do Rio de Janeiro. Essas pessoas que se veem aqui são minha família, meus pais e avós, tios, primos e amigos, gente maravilhosa, meus grandes heróis na infância. Todo ano eles formavam esse bloco chamado Saquarema de Banda. Dá pra ver muito claro porque ao invés de chamar de Banda de Saquarema eles inverteram o nome. Todos eles de banda, alguns mesmo entortados, todos palhaços, crianças em espírito. Foi assim que eu cresci e tão logo eu consegui segurar uma baqueta passei a tocar com eles no bloco. Esses foram os momentos mais felizes da minha infância e eu e minha irmã fomos pra sempre marcados por essa época, essas pessoas. Minha irmã, com quem dirigi e editei esse vídeo é hoje ritimista da Estação Primeira de Mangueira e foi pra ela que eu escrevi essa música. Maná é a graça, a bênção, e Má é ela, Marcela. Esse vídeo é uma homenagem à todos que fizeram parte desse bloco, especialmente os mais velhos que faziam tudo acontecer, uma prova de que apesar de nos sentirmos muito modernos e livres no século 21 nossos pais e avós eram muito menos caretas do que somos. Bom, pelo menos os meus”.

Major Lazer feat. Pharrell Williams – Aerosol Can

Uma sucessão energética de batidas explode na parceria do Major Lazer com Pharrell Williams. “Aerosol Can”, faixa do futuro EP “Apocalypse Soon”, é liberada para audição e mostra que os inventos do projeto continuam a todo vapor: em uma exploração das possibilidades dos sons sintéticos, uma sequência rítmica invejável é a morada de um ótimo conjunto de rimas. No mais, Pharrell Williams deixa bem claro que ele é, atualmente, um dos nomes mais requisitados quando o assunto é “parceria”.

Autoramas – Domina

À primeira vista, o novo clipe do Autoramas pode até parecer tosco. Filmado em uma base Lo-Fi e sem um tratamento aparente de imagens, o vídeo parece mais um retrato caseiro de amigos curtindo as férias do que um registro audiovisual de uma banda. Mas e se essa for, realmente, a intenção? O bom humor do conjunto não perdoa, e seu novo clipe, filmado em Fernando de Noronha e retirado do DVD “Autoramas Internacional”, deixa bem claro, mais uma vez, do que se trata o universo particular do grupo.

Tegan and Sara – Don’t Find Another Love

Se existe um projeto musical que, hoje em dia, está totalmente afinado com as trilhas sonoras, este é a dupla formada pelas irmãs Tegan and Sara. Depois de apresentar “Shudder to Think” para o filme “Dallas Buyers Club”, musicar uma propaganda para a Oreo e co-produzir a trilha de “Lego – O Filme”, o dueto foi recrutado para acrescentar uma canção à trilha sonora do ramake de “Um Amor Infinito” – cujo original, de 1981, havia sido estrelado por Brooke Shields. “Don’t Find Another Love” é um número de incrível melodia, em que as doces harmonias vocais das irmãs massageiam nossos ouvidos.

Damon Albarn – Heavy Seas of Love

“Everyday Robots”, disco de Damon Albarn em carreira solo, tem tudo para ser um dos melhores álbuns deste ano. Depois de nos surpreender positivamente com a faixa-título do trabalho, o líder do Blur agora apresenta sua parceria com o mestre Brian Eno. Em “Heavy Seas of Love”, uma estrutura orgânica formada por acordes de piano e coros de vozes encontra toques robóticos em uma fantástica concepção de arranjos.

Banks – Brain

Um dos álbuns de estreia mais esperados de 2014, o primeiro disco de Banks começou a ganhar os seus primeiros contornos através de apresentação da parceria entre a cantora californiana e o produtor Shlohmo. Envolvida em uma sonoridade deliciosamente inédita, “Brain” deixa claro que a artista está em evolução constante: em sua canção mais complexa até esta data, Banks e seu vocal límpido flutuam por incríveis arranjos eletrônicos, compostos por seções tortuosas de batidas e uma forte aproximação com o Lo-Fi.

Fernanda Takai – You and Me and the Bright Blue Sky

“Na Medida do Impossível” será o primeiro álbum de músicas inéditas de Fernanda Takai em carreira solo. Previsto para o mês de março, o novo trabalho da vocalista do Pato Fu contará com participações de nomes como Pitty, Marcelo Bonfá, Marina Lima e Julieta Venegas, e provavelmente mostrará uma faceta mais introspectiva do senso composicional de Takai. Flertando com os dogmas da música pop, o primeiro single do futuro registro, “You and Me and the Bright Blue Sky”, constrói com muita leveza o cenário perfeito para o sensível vocal de Takai passear livremente. Sensibilidade, aliás, é o que não falta ao clipe, que retrata lindamente a paixão do ser humano pelo seu cachorro, e vice-versa.

St. Vincent – Digital Witness

Todo o jogo estético que preenche a carreira de Annie Clark acaba encontrando uma morada natural com as imagens que preenchem o poderoso single “Digital Witness”, até agora a mais proveitosa prévia do disco “St. Vincent”, que será lançado em 25 de fevereiro. Próxima da vanguarda setentista, e bebendo dos conceitos andrógenos de David Bowie e do Talking Heads, Clark reforça o teor visual de sua música com o novo clipe, em que ela estabelece, na estranheza coreográfica de seu próprio universo, a ambientação perfeita para seus inventos.

Cloud Nothings – I’m Not Part of Me

“Here and Nowhere Else”, disco que tem a incumbência de suceder o elogiado “Attack on Memory”, de 2012, acaba de ganhar seu primeiro single com “I’m Not Part of Me”. Deixando claro que Dylan Baldi não dormiu no ponto, a faixa se comporta como uma continuação dos inventos da banda, embora se agarre à antiga estrutura Lo-Fi que havia sido abandonada no último disco do conjunto. Se não demonstra o resultado incrível que muitos esperavam, a canção é, sem dúvida, um bom aperitivo para o novo disco, cujo lançamento está previsto para o dia 1º de abril.

Lana Del Rey – Once Upon a Dream

Enquanto aguardamos o novo disco de Lana Del Rey, “Ultraviolence”, a cantora não se cansa de apresentar ao seu público novas nuances de seu universo particular. Depois do curta “Tropico”, Lana investe mais uma vez em sua atmosfera característica na versão de “Once Upon a Dream”, regravação que integrará a trilha sonora do aguardado filme “Malévola”, estrelado por Angelina Jolie e uma das grandes apostas da Disney para esse ano de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s