Clipes & Singles: Semana 47/2013

Clipes & Singles

Os compromissos do finzinho do ano costumam nos tomar um bom tempo, e no caso deste blog, quem paga o pato? Infelizmente, a seção “Clipes & Singles”, que anda um pouco atrasadinha. Mas, como você sabe, independente do que aconteça, ela sempre acaba aparecendo. Confira, portanto, os melhores vídeos musicais lançados na penúltima semana de novembro de 2013.

Disclosure feat. Sam Smith, Nile Rodgers & Jimmy Napes – Together

O burburinho criado em torno de “Random Access Memories”, o último álbum do Daft Punk, pode até já ter passado, mas ninguém pode negar que o disco continua influenciando o trabalho de vários outros artistas. Nova canção dos britânicos Howard e Guy Lawrence a frente de seu projeto Disclosure (que encontrou louvação nos primeiros meses desse ano com o lançamento do álbum “Settle”), “Together” marca a união dos jovens produtores com Nile Rodgers, um dos dinossauros da música pop. Além de Rodgers, participam da canção Sam Smith e Jimmy Napes, construindo uma ode ao clima tropical da cidade de Miami com uma nostálgica embriaguez setentista.

Arcade Fire – Afterlife

Os canadenses do Arcade Fire e sua “Afterlife”, faixa do aclamado “Reflektor”, voltam a fazer parte dessa seção de blog. É fato que a interação do álbum com as imagens do filme brasileiro “Orfeu Negro” acabou caindo com uma luva, amarrando o conceito do disco de forma perfeita… Mas isso parece não ser tudo para a banda. Segundo registro audiovisual do álbum, o clipe de “Afterlife” parece ser, no fim das contas, mais do que um simples vídeo de música. Assemelhando-se a um verdadeiro curta-metragem, o clipe passeia pela realidade e pelos sonhos de três gerações de homens de uma família de migrantes latinos com uma sensibilidade marcante – concluindo, enfim, aquela ideia de que os olhares da banda estão cada vez mais fixados na parte mais pobre do continente americano.

The Pastels – Kicking Leaves

Poucas bandas, em 2013, conseguiram converter de forma tão assertiva a sensibilidade em música quanto os escoceses do The Pastels. “Slow Summits”, o primeiro álbum do grupo em quinze anos, e um dos melhores discos deste ano, está repleto de canções melodicamente impecáveis, que pregam um deligamento do agitado cotidiano para um momento de contemplação. Para tanto, nada melhor do que utilizar as imagens e os tons do belo outono do hemisfério norte, certo? Pois é sobre tons alaranjados e uma concepção bucólica que o clipe de “Kicking Leaves” é construído, alimentando ainda mais a extrema agradabilidade da canção.

Kanye West – Bound 2

Dá para entender Kanye West? Talvez há quem se arrisque a tal feito, mas que não é nada fácil, ah, isso não é… Quem conferiu “Yeezus”, seu último álbum, pôde conferir um pouco do que se passa dentro da insana mente do rapper. Tudo bem, é nada mais justo que “Bound 2”, uma das melhores canções do disco, ganhe um registro audiovisual e status de single… Mas dessa forma? Sim, West é louco. Passeando de moto enquanto faz amor com sua esposa nua, o cara conseguiu produzir o pior clipe para uma grande canção de 2013.

Queens of the Stone Age – The Vampyre of Time and Memory

“Like… Clockwork”, o último álbum do Queens of the Stone Age, se caracterizou por ser um trabalho exagerado, tornando até certo ponto caricata a sonoridade da banda de Josh Homme. Porém, o disco foi muito bem aceito por grande parte da crítica e do círculo de fãs do grupo… A explicação? Justamente o exagero, condensando o tradicional som da banda em um conceito cada vez mais exuberante e próximo do grande público. Acompanhando os elementos exagerados do disco, o clipe da canção “The Vampyre of Time and Memory” é alocado em cenário animalesco e propositalmente brega. Ainda há uma versão interativa do vídeo, mostrando novamente que Josh Homme e seus pupilos têm como principal êxito o cuidado com seus seguidores.

Maximo Park – Brain Cells

Um misto de energia e mistério envolve a nova música do Maximo Park, “Brain Cells”. Em meio a uma dança esquisita ao melhor estilo Thom Yorke, a banda mostra em seu novo clipe um aperitivo do que está por vir em seu novo álbum, “Too Much Information”, previsto para fevereiro de 2014. Quer ser feliz? Dê play no vídeo abaixo, aumente o volume, dance loucamente e espere ansiosamente pelo disco, que trará na produção o bem cotado Dave Okumu.

Marcelo Perdido – Meu Maravilhoso Amigo Meu

O ano de 2013 ainda nem acabou, e já começamos a ser transferidos, aos poucos, para o mundo musical de 2014. Ex-integrante da banda Hidrocor, Marcelo Perdido nos traz mais uma canção que fará parte de seu primeiro disco em carreira solo, a ser lançado nos próximos meses. Assim como em “Lenhador”, em “Meu Maravilhoso Amigo Meu” o músico esbanja sensibilidade, trazendo nas imagens empoeiradas, que parecem ter sido retiradas de um velho VHS, uma amarração perfeita em sua estética propositalmente Lo-Fi.

Pharrell Williams – Happy

A mensagem que Pharrell Williams passa em seu novo clipe é simples, mas extremamente importante: seja feliz. Não importa onde você está, ou o que você esteja fazendo… Curta a vida, aproveite a natureza, vibre e dance. Aproveitando o conceito, o cantor resolveu lançar o primeiro clipe da história com duração de 24 horas. Isso mesmo: um dia inteiro de música e felicidade. Como companhia, nada melhor que uma música dançante e atraente de uma das melhores vozes da atualidade.

Pixies – What Goes Boom

Quem não gosta de “Star Wars” bom sujeito não é; deve ser ruim da cabeça ou doente do pé. Quando a banda Pixies resolveu homenagear a clássica franquia criada por George Lucas, a ideia, obviamente, mostrava-se maravilhosa. Mas o investimento… “Depois que a ideia se mostrou um tanto cara para produzir, achamos que a melhor próxima ideia no mesmo nível seria explodir nosso guitarrista, Joey Santiago – Esse é o tipo de compromisso que temos com a arte”, pronunciou-se a banda, que continua a promover seu fraquíssimo EP-1.

Franz Ferdinand – Bullet

Para promover os poderosos singles de “Roght Thoughts, Right Words, Right Action” nem é preciso muita coisa. Um clipe bem gravado, com a banda tocando a música, já basta. E é isso o que acontece com o energético clipe de “Bullet”. Uma apresentação da banda em um palco de 360º e alguns poucos efeitos de imagem já conseguem criar um ótimo vídeo para uma ótima canção.

Anúncios

2 opiniões sobre “Clipes & Singles: Semana 47/2013”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s