1990: Mariah Carey – Mariah Carey

Mariah Carey, apesar de estar na estrada por mais de vinte anos, continua se mantendo como uma das principais divas do pop. Em seu primeiro álbum, realizado em 1990, já mostra ao mundo todo o seu potencial vocal.

A primeira faixa é a aclamada “Vision of Love”, uma romântica canção de R&B, contendo uma estrutura não muito incrível, mas cujo principal destaque é a marcante, forte e bela voz de Mariah, se tornando com isso uma ótima canção. “There’s Got to Be a Way” é também uma música muito boa, de estrutura romântica, mas que se transforma em uma dançante faixa quanto ao surgimento do pegajoso refrão; é uma canção muito bem produzida e muito bem interpretada por Mariah. A terceira é a mais fraca “I Don’t Wanna Cry”, que apesar de conter mais uma grande interpretação vocal, peca por ser excessivamente melosa, o que acaba por torná-la uma música enjoativa.

A quarta é a dançante “Someday”, que contém uma estrutura relativamente clichê; mas, levando em consideração que o foco do álbum é a voz de Mariah Carey, pode-se dizer que é uma canção válida. “Vanishing” é uma bela balada, agregando qualidade ao álbum, construída ao piano e dando destaque total à tocante e maravilhosa performance vocal de Mariah. “All in Your Mind” é a sexta, nada de muito incrível, mas conseguindo manter uma boa consistência e uma boa alternância de faixas, o que faz do álbum, apesar de alternante entre momentos fortes e outros nem tanto, relativamente consistente. O que não deixa a desejar, aliás, em nenhuma faixa, é a poderosa voz de Mariah, que dá espetáculo em cada canção.

Em “Alone in Love” a voz de Mariah soa especialmente doce, tornando esta faixa, apesar de tecnicamente nada espetacular, sentimentalmente forte; e é essa a intenção da música feita por Mariah Carey. “You Need Me” talvez esteja entre as três melhores músicas do álbum, com um instrumental bem legal, contendo inclusive uma poderosa guitarra que dá, em alguns momentos, o ar de sua graça. “Sent From Up Above” é outra música em nada revolucionária ou pioneira, mas se o ouvinte está procurando isso na música de Mariah Carey, pode ir se contentando em não achar; temos no álbum de estréia de Mariah boas músicas, cujo principal enfoque é dar destaque à ótima voz da cantora.

“Prisioner” se relaciona mais com a música eletrônica, de pista, e sua presença no álbum dá certo ar eclético que poderia estar faltando. A última é a tristinha “Love Takes Time”, oferecendo tudo de melhor que a voz de Mariah pode oferecer, encerrando, diga-se de passagem, muito bem o álbum.

A música de Mariah Carey não tem a intenção de ser impactante, e seu álbum de estréia, apesar do sucesso de público e de crítica, não se compara a seus contemporâneos Like a Prayer e Dangerous, que visivelmente têm outra intenção. A intenção do álbum de estréia da Mariah é oferecer ao mundo uma bela voz, e isso foi muito bem feito.

Contendo músicas ótimas, e outras nem tanto, o álbum consegue manter uma consistência e um rumo lógico, sem sofrer grandes quedas. Quando um álbum de música pop consegue ter singles de potencial e as demais músicas mantém sua qualidade, temos algo praticamente completo dentro do gênero, pois agrada tanto comercialmente quanto artisticamente. E, acima de tudo, a voz de Mariah Carey é espetacular. Bastam boas músicas para que ela se destaque bastante.

NOTA: 8,2

Track List:

01. Vision of Love (M. Carey/B. Marguiles)

02. There’s Got to Be a Way (M. Carey/R. Wake) [03:28]

03. I Don’t Wanna Cry (M. Carey/N. M. Walden) [04:53]

04. Someday (M. Carey/B. Marguiles) [04:47]

05. Vanishing (M. Carey/B. Marguiles) [04:11]

06. All in Your Mind (M. Carey/B. Marguiles) [04:43]

07. Alone in Love (M. Carey/B. Marguiles) [04:11]

08. You Need Me (M. Carey/R. Lawrence) [03:51]

09. Sent from Up Above (M. Carey/R. Lawrence) [04:05]

10. Prisioner (M. Carey/B. Marguiles) [04:22]

11. Love Takes Time (M. Carey/B. Marguiles) [03:48]

Download

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s